segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

31 de janeiro, Dia Nacional das RPPNs, tempo de celebração e de luta!


Cerca de 80% do remanescente de Mata Atlântica está em terras de particulares. A RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) é uma modalidade de unidade de conservação (UC) que deve ser incentivada. 

O que constatamos no dia a dia é que os incentivos para se manter a mata de pé são mínimos, especialmente se comparados aos concedidos para atividades extrativistas e, especialmente, de monocultura. 

Embora as dificuldades sejam muitas, agradecemos a Deus o privilégio de poder cuidar dos animais, das árvores e de um pedacinho do Braço Sul do Rio Jucu que corta a nossa RPPN Reluz, Enfim... que o dia 31 de janeiro seja de celebração, de luta e de conscientização da importância do engajamento nessa causa.

 Viva as RPPNs e viva os RPPNistas capixabas. Que Deus mantenha sempre acesas dentro de nós as chamas do inconformismo e da esperança. Renata Bomfim 

Nenhum comentário:

Postar um comentário